terça-feira, 11 de agosto de 2020

CPI DO 'MICHEQUE' TEM 52 ASSINATURAS - PRECISA DE 171 DEPUTADOS

As 52 assinaturas para a 'CPI da Micheque'

As 52 assinaturas para a ‘CPI da Micheque’Até hoje, 52 deputados já assinaram o requerimento para a abertura da “CPI da Micheque”.

O pedido de investigação foi feito pelo PSOL após Crusoé revelar que, entre 2011 e 2018, Fabrício Queiroz depositou 21 cheques para Michelle Bolsonaro. Os valores somam R$ 72 mil.

As assinaturas, em sua maioria, são de deputados de oposição, como Maria do Rosário e Alessandro Molon. Há ainda apoio de outros deputados, como Kim Kataguiri (DEM), para a abertura da CPI.

Para o requerimento ser entregue a Rodrigo Maia, é necessário coletar assinatura de um terço da Câmara — 171 deputados.

No documento, o PSOL diz que “é preciso investigar, através desta CPI, se houve a obtenção ilícita de recursos pelo presidente da república através da primeira-dama, Michelle Bolsonaro”.

O Centrão terá mais uma carta para conseguir micheques do Planalto. A ameaça de uma CPI dessas só servirá para isso, infelizmente.

O Antagonista

Nenhum comentário: