terça-feira, 7 de julho de 2020

EUA FORA DA OMS

Trump anuncia oficialmente saída dos EUA da OMS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira (7) ao Congresso e às Nações Unidas que iniciou o processo para retirar formalmente o país da OMS (Organização Mundial da Saúde).

De acordo com o Departamento de Estado, “o aviso de retirada dos Estados Unidos, em 6 de julho de 2021, foi submetido ao secretário-geral da ONU, que é o depositário da OMS”. A saída terá efeito a partir de 6 de julho de 2021.

O Conexão Política já havia publicado, em maio deste ano, que Trump congelou o financiamento dos EUA para a organização e depois tornou esse congelamento permanente.

Os EUA foram o principal colaborador da agência, transferindo para a entidade cerca de US$ 450 milhões por ano, enquanto a China transfere cerca de US$ 30 a 40 milhões.

Na ocasião, Trump também confirmou que EUA vão deixar de conceder vistos para estudantes chineses que tenham conexões com o Partido Comunista Chinês.

O objetivo é frear o poder de espionagem e roubo de propriedade intelectual das universidades americanas.

Estudantes chineses que já vivem nos EUA e que recaiam sobre eles a suspeita de ligações com os militares chineses, devem ser expulsos do país após terem seus vistos cancelados.

Conexão Política

Nenhum comentário: