quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

CEARÁ-MIRIM: MOTOTAXISTAS LEGAL / ILEGAL - A PENDENGA CONTINUA

O coordenador do trânsito do município de Ceará-Mirim, coronel Ricardo Albuquerque, disse na noite desta terça-feira (11) no programa Ceará-Mirim Livre, com o blogueiro João André, que das 300 vagas disponibilizadas para serem preenchidas com os mototaxistas até o momento só foram preenchidas 240, portanto ainda restam 60 vagas esperando pelos mototaxistas que ainda não se habilitaram para prestar o serviço.

Segundo o coronel cerca de 40 mototaxistas trabalham na clandestinidade. Se todos esses que trabalham de forma 'ilegal' se habilitassem para a função ainda restavam 20 vagas. Portanto, o problema da clandestinidade não se trata da falta de vagas, mas do interesse dos mototaxistas em se habilitarem. 

O coordenador  também enumerou alguns motivos pelos quais os 40 mototaxistas deixam de se 'legalizarem'. Curso de aperfeiçoamento no Detran; CNH atrasada; documento da moto atrasado; falta da CNH, problemas com a justiça e outros itens menores que ao nosso ver não impossibilitam em nada os que realmente queiram garantir sua 'vaga de trabalho'. 

Resultado de imagem para MOTOTAXISTAS CEARA MIRIMNo meio desse 'fogo cruzado' se encontra aquele que é o maior motivo para que o mototaxista exista, o usuário. Sem ele não existe a 'profissão mototaxista', e entre o mototaxista que está habilitado e o que não está habilitado a prioridade do usuário deve ser dada a quem está habilitado, até por motivos de segurança em caso de acidente!

O coronel Ricardo Albuquerque se comprometeu a voltar outro dia para falarmos sobre loteiros e transporte escolar!

Nenhum comentário: