sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

'LIVRO BOMBA' DE EDUARDO CUNHA, DETONA DENTRE OUTROS, RODRIGO 'NHONHO' E TEMER 'VAMPIRO'

“O Diário do Impeachment”: ‘Livro-bomba’ de Eduardo Cunha fará revelações sobre o PT e Rodrigo Maia

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha prepara o lançamento do livro chamado “Tchau Querida, O Diário do Impeachment” sobre a história “não contada” da queda de Dilma.

Além de narrar o avanço do impeachment de Dilma com reconstituição das articulações dia a dia, Cunha vai revelar detalhes aterradores, segundo a revista Veja, dos conchavos que marcaram a queda da petista.

No livro, Cunha fala da atuação dos petistas no período, do ex-juiz Sergio Moro e do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, mas dois personagens são especialmente “dissecados”. O primeiro é ex-presidente Michel Temer e o segundo é o atual presidente da Câmara Rodrigo Maia.

Cunha conta em detalhes como Temer atuou ativamente para tomar o lugar da petista. Segundo a revista, ele ainda é pintado por Cunha como o “grande conspirador” do impeachment.

Já sobre Maia, Cunha descreve ele, que hoje aliado do PT contra o presidente Jair Bolsonaro, como um “personagem desesperado pelos holofotes” do impeachment de Dilma. Alguém que “queria todas as posições para ele”. 

De acordo com Cunha, Maia lutou tanto para cassar Dilma que quase chegou a atrapalhar o plano em curso ao disputar com Jovair Arantes o posto de relator da Comissão Especial do Impeachment.

Cunha vetou Maia por achar que ele não tinha força para o posto de relator da Comissão Especial do Impeachment de Dilma.

“Tchau Querida, O Diário do Impeachment” terá 740 páginas que prometem reabrir muitas feridas de 2016. A obra está em fase de revisão textual enquanto Cunha decide qual editora publicará.

Três disputam a obra. O ex-presidente da Câmara deve fechar com a Matrix Editora.

terrabrasilnoticias

Nenhum comentário: