sábado, 9 de janeiro de 2021

LIGEIRINHAS



HIPOCRISIA: A maioria das pessoas que 'brigam' nas redes sociais pedindo urgência nas vacinas, são as mesmas que fazem 'muvuca' nos finais de semana nas praias e nas festas. Participam de todos os tipos de aglomerações. Se obedecessem as determinações das autoridades sanitárias o vírus não se proliferava. Portanto, não precisava de vacina. Ah, canalhas!


CARTA: O presidente Jair Bolsonaro assinou uma carta ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, pedindo ajuda para antecipar a entrega ao Brasil de um lote de 2 milhões de vacinas contra a Covid-19 produzidas por um laboratório indiano. O documento, ao qual a Folha teve acesso, foi encaminhado nesta sexta-feira (8). O imunizante é produzido pelo Serum Institute, mas foi desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca.


SPUTINIK V: A farmacêutica União Química planeja começar a produzir a vacina russa para covid-19 Sputnik V na próxima semana, e prevê produzir até 8 milhões de doses por mês, disse o diretor de negócios internacionais da empresa, Rogério Rosso, nesta sexta-feira (6). A empresa, que tem unidade de produção de vacinas em Brasília, se prepara para solicitar à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorização para o uso emergencial da vacina desenvolvida em Moscou.


ENEM: A Defensoria Pública da União pediu nesta sexta (8) à Justiça Federal de São Paulo, em tutela de urgência, o adiamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) por conta do avanço da pandemia de Covid-19 no país. O exame, que é a principal forma de acesso ao ensino superior no Brasil, está marcado para os próximos dias 17 e 24 de janeiro.


TRUMP: O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nas redes sociais que não participará da cerimônia de posse de Joe Biden, que acontece no próximo dia 20. O anúncio foi realizado horas após Trump dizer que seus apoiadores "não serão desrespeitados ou tratados de maneira injusta". Em vídeo divulgado quinta-feira (07) à noite, ele admitiu pela primeira vez que não terá segundo mandato na Casa Branca.


MARAJÁ: Sem ter que participar de votações ou sequer pisar em Brasília, a senadora Nailde Panta (Progressistas-PB) poderá receber um valor de até R$ 52 mil por apenas 15 dias no cargo durante o recesso parlamentar. Segunda suplente na chapa de Daniella Ribeiro (PP-PB), Nailde foi empossada nesta quarta-feira (6), mas só deverá ocupar a vaga até o próximo dia 21, quando a titular volta da licença. Mesmo assim, a parlamentar terá direito a todos os benefícios que constam nas regras internas do Senado.


OPOSIÇÃO: O que resta da oposição em Ceará-Mirim, vai atuar frente a administração Júlio César ou vai assistir de camarote? Aliás, quem vai exercer o papel de comandante desse barco quase naufragado? depois de 28 mil votos na 'cacunda' o sujeito perde até a respiração.


BALEIA: A dificuldade de Rodrigo Maia para viabilizar Baleia Rossi na disputa pela presidência da Câmara, como provou a demora na escolha, é prenúncio dos obstáculos que o nome do MDB-SP enfrentará até 1º fevereiro, dia da eleição. A lorota de “frente partidária” também revela sua fragilidade: candidaturas a presidente no Congresso são avulsas, não se subordinam a conchavo de líderes, como o de Maia, ao melhor estilo “me engana que eu gosto”. Por isso não há “traição” de deputado que “desobedece” líder. 

Nenhum comentário: