terça-feira, 22 de dezembro de 2020

QUEM TEM, TEM MEDO: RODRIGO 'BOTAFOGO' DIZ QUE PRISÃO DE CRIVELLA FOI ABUSIVA

Maia critica prisão de Crivella e chama medida de “abusiva”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), considerou a prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, como “abusiva”. Em entrevista à CNN Brasil, ele criticou os “motivos usados” para determinar a prisão.

– Achei uma decisão abusiva. Mandar prender um prefeito com os motivos usados não faz sentido – apontou Rodrigo Maia.

O presidente da Câmara afirmou ainda que a prisão do prefeito do Rio de Janeiro não é justificada porque ele possui um endereço fixo conhecido pela polícia e que não oferece risco de fuga.

Crivella foi preso em sua casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. De lá, ele foi levado pela Delegacia Fazendária, na Cidade da Polícia, por volta das 6h30 desta terça. A ação que resultou na detenção do chefe do Executivo é um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto QG da Propina na Prefeitura do Rio.

Segundo as investigações que basearam a prisão, empresas que tinham interesse em fechar contratos ou tinham dinheiro para receber do município entregariam cheques a Rafael Alves, irmão de Marcelo Alves — então presidente da Riotur. Em troca, Rafael facilitaria a assinatura dos contratos e o pagamento das dívidas.

O mandato de Crivella termina no dia 31 de dezembro.

Nenhum comentário: