quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

EMPREGO: DILMA FOI PIOR QUE A COVID - DIZ CAGED

Caged confirma que governo Dilma foi pior para os empregos que a covid

As contratações recordes em novembro fizeram o mercado superar as perdas de vagas formais durante a pandemia e o Brasil já tem 227 mil vagas formais criadas em 2020, segundo dados do Caged. A previsão no governo é que a alta continue em dezembro e o ano feche com algo em torno de 500 mil empregos criados. Em conversas reservadas, a equipe econômica lembra o quão grave foi a “pandemia Dilma”, entre 2015 e 2016, quando o Brasil perdeu 2,86 milhões de vagas formais. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Novembro foi o 5° mês seguido de alta na criação de empregos, mas as 414 mil novas vagas são menos da metade das perdas de abril.

A pandemia Dilma custou 1,54 milhão de empregos e queda de 3,5% do PIB em 2015 e 1,32 milhão de empregos e -3,3% no PIB em 2016.

DIÁRIO DO PODER

Nenhum comentário: