sexta-feira, 30 de outubro de 2020

SÉRIE D: ABC BEM NA DEFESA, PORÉM SOFRE COM ATAQUE É IRREGULAR

Líder da chave e dono de melhor defesa da Série D, ABC sofre com ataque irregular

O ABC é o líder do Grupo 4, tem a defesa menos vazada entre as 64 equipes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro - sofreu apenas dois gols -, mas sabe que está devendo, principalmente no setor ofensivo. Com 13 gols em nove jogos, o Alvinegro tem o quinto pior ataque da chave, atrás, inclusive, do lanterna Jaciobá, que marcou 14.

Se excluir os gols da vitória por 7 a 0 sobre o próprio Jaciobá, na segunda rodada, a média do ABC cai bruscamente - de 1,44 para 0,75 gols por partida. Naquela oportunidade, o técnico Francisco Diá ainda contava com o atacante Jailson, negociado com o futebol da Arábia Saudita.

O Itabaiana tem o melhor ataque do grupo, com 18 gols. O time sergipano é o quarto colocado da chave, com 14 pontos. O pior ataque é do Coruripe, que fez apenas três gols - nas três vitórias por 1 a 0 que conquistou na competição (contra Potiguar, Freipaulistano e ABC). A equipe alagoana tem 11 pontos e aparece na sexta posição.

Grupo 4 - Série D

Número de gols marcados
Itabaiana - 18 gols
Potiguar - 17 gols
Vitória da Conquista - 16 gols
Jaciobá - 14 gols
ABC - 13 gols
Central - 12 gols
Freipaulistano - 4 gols
Coruripe - 3 gols


Invicto em casa

O ABC volta a campo neste domingo, contra o Potiguar, que já balançou as redes 17 vezes - incluindo a goleada por 7 a 3 sobre o Jaciobá. O Alvinegro está invicto no Frasqueirão em 2020. Na Série D, foram quatro jogos. O 7 a 0 sobre o Jaciobá foi a exceção. Depois, empatou sem gols com Central e Coruripe, e conquistou uma vitória magra por 1 a 0 sobre o Freipaulistano.

Retrospecto no Frasqueirão nesta Série D

ABC 7 x 0 Jaciobá
ABC 0 x 0 Central
ABC 1 x 0 Freipaulistano
ABC 0 x 0 Coruripe


Com 74 gols na temporada, o ABC não conta mais com os atacantes Jailson e Paulo Sérgio, que marcaram 13 e 10 gols, respectivamente. O meia João Paulo, que também tem 10 gols, está lesionado, sem previsão de retorno aos gramados.

O atacante Berguinho, com sete, é o mais próximo nesta artilharia e deve voltar ao time no duelo contra o Potiguar, liberado pelo departamento médico. Kesley, que vem sendo titular do ataque alvinegro, tem apenas dois gols, mesmo número do meia Lelê, que chegou para a disputa da Série D, mas também ficou fora de alguns jogos por causa de lesão.

Ídolo do ABC, Wallyson é a esperança do torcedor alvinegro, mas ainda não tem definição de quando jogará. Após se recuperar da cirurgia na tíbia direita, ele testou positivo para Covid-19 antes do jogo contra o Coruripe. Depois, o atacante realizou novo exame e testou negativo, mas, pelo protocolo da CBF, terá que cumprir o afastamento de 10 dias.

ge

Nenhum comentário: