terça-feira, 27 de outubro de 2020

'DISTÚRBIOS SOCIAIS' - É O QUE TEMEM OS PAULISTAS SE SÓ ELES TIVEREM ACESSO A CORONAVAC

SP teme distúrbios sociais se somente paulistas tiverem acesso à CoronaVac

Mais do que a indefinição acerca de prazos e da logística de distribuição de uma vacina contra a covid-19, um novo risco preocupa especialistas: o "caos social" envolvendo a busca pela primeira que ficar disponível, escrevem hoje no UOL Ana Carla Bermúdez e Felipe Pereira.

A promessa do governo de São Paulo é que a CoronaVac será a primeira vacina contra a covid-19 a ficar pronta. Não há, contudo, prazo definido para esta ou qualquer outra vacina.

O temor, em São Paulo é que, com o cancelamento da inclusão da CoronaVac no PNI (Programa Nacional de Imunização), não há, atualmente, garantia de distribuição para todo o país. E pode ocorrer algo similar a 2018, quando a corrida pela vacina contra febre amarela em 2018 levou pessoas a dormir em filas, a vender senhas de espera e invasão de postos.

Para especialistas, não haveria embasamento jurídico para a exigência de comprovantes de residência — algo que desrespeita o caráter público do SUS (Sistema Único de Saúde).


UOL

Nenhum comentário: