quarta-feira, 16 de setembro de 2020

BRASIL PRODUZ 'MÍSSIL CASEIRO'

Brasil desenvolve míssil capaz de atingir países da América do Sul

Míssil AVTM 300 está em fase final
O ministro da Defesa Fernando Azevedo afirmou, nesta terça-feira (15), que a construção de um míssil brasileiro de longo alcance está “em fase final de desenvolvimento”. O Míssil Tático de Cruzeiro AV-TM 300 será capaz de percorrer até 300 quilômetros em direção ao alvo final e atingir países vizinhos, como Venezuela, Argentina e Paraguai, entre outros.

– Falta muito pouco para ele complementar a artilharia de foguetes do Exército brasileiro, dando-nos um poder dissuasório muito grande – disse o ministro.

O armamento é considerado um importante passo para a ampliação do poderio bélico do Brasil, que historicamente não recebia atenção e nem investimento. Este projétil é desenvolvido pela companhia nacional Avibrás e terá uma precisão de até 30 metros.

Atualmente, a família de foguetes Astros possui mísseis cujo alcance máximo é de 80 quilômetros.

Com o AV-TM 300, o foguete poderá ultrapassar o território nacional e atingir adversários geograficamente próximos.

De acordo com Azevedo, o principal objetivo do míssil é reforçar a Defesa brasileira e desencorajar ameaças externas, embora o Brasil não protagonize grandes tensões geopolíticas.

O projeto Astros 2020 também prevê que o país tenha “meios capazes de prestar um apoio de fogo de longo alcance, com elevada precisão e letalidade”.

As iniciativas do projeto incluem também a criação de unidades militares de mísseis e foguetes, um centro de instrução e bases administrativas.

pleno.news

Nenhum comentário: