terça-feira, 29 de setembro de 2020

ACUSADOS DE INVADIREM CELULARES DE AUTORIDADES SÃO SOLTOS POR JUÍZ

Juiz manda soltar acusados de invadir celular de Moro e autoridades

A Justiça Federal do Distrito Federal determinou a soltura de Thiago Eliezer e Walter Delgatti Neto, presos em julho de 2019, acusados de invasão aos celulares do ex-ministro da Justiça Sergio Moro e autoridades, muitas relacionas à Operação Lava Jato.

Para o juiz Ricardo Leite, substituto da 10ª Vara Federal de Brasília, continuar com a prisão preventiva dos hackers por toda toda a instrução criminal levaria a "inevitável excesso de prazo". 

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região anulou audiências da ação na qual Thiago e Eliezer são réus atendendo a solicitação da Defensoria Pública. 

Para o magistrado, “não há outra alternativa a não ser revogar a custódia preventiva de Santos e de Delgatti Neto e fixar medidas cautelares diversas da prisão".

Os hackers serão submetidos às seguintes medidas cautelares: monitoramento eletrônico; proibição de acessar sites pela internet, aplicativos de mensagens e redes sociais, exceto para compromissos com a Justiça - a ser fiscalizado pela Polícia Federal; proibição de contactar outros réus e proibição manter contato com testemunhas e outras pessoas com participação nos fatos apurados.

G1

Nenhum comentário: