quinta-feira, 13 de agosto de 2020

IRÂ CONDENA CASAL A 16 ANOS DE CADEIA E 70 CHIBATADAS PORQUE A MULHER TIROU O VÉU EM PÚBLICO

Campeão de kickboxing iraniano e sua esposa são condenados a 16 anos de prisão e 74 chibatadas por ela tirar véu em público

O campeão de kickboxing iraniano Ahmad-Moin Shirazi e sua esposa Shabnam Shahrokhi foram condenados a um total de 16 anos de prisão por Shahrokhi ousar tirar seu hijab, o véu islâmico, em público. Os juízes do país islâmico condenaram Ahmad Shirazi a 9 anos de prisão e sua esposa a 7 anos, 74 chicotadas e 3 meses de trabalho não-remunerado.

O campeão de kickboxing e a esposa foram presos em 2019, após postarem no Instagram uma foto dos dois com os filhos. O casal tem quase 1,5 milhão de seguidores combinados em suas contas separadas no Instagram. Eles foram acusados ​​de “espionagem”, advertidos sobre suas atividades nas redes sociais e detidos por 1 dia, antes de serem libertados sob fiança.

Segundo os juízes do Tribunal Revolucionário no Irã, Ahmad Shirazi incitou “devassidão e prostituição” ao postar a foto sem o véu. Os dois foram acusados de “propaganda contra o regime”, postar conteúdo “obsceno e vulgar” e “espalhar corrupção moral”.

Moin-Shirazi disse que eles foram intimados várias vezes pelo Ministério da Inteligência iraniano.

Depois de perceber que o Tribunal Revolucionário estava tentando condená-los de alguma forma, o casal deixou o Irã com seus filhos e se exilou na Turquia, segundo a ArabNews.

As autoridades iranianas são conhecidas por prender influenciadores de mídia social que postam vídeos de dança ou aparecem sem usar o véu islâmico obrigatório e vestimenta longa.

O casal foi informado de suas sentenças pelo advogado, acrescentando que pretende apelar da decisão do tribunal.

Conexão Política

Nenhum comentário: