segunda-feira, 31 de agosto de 2020

EX-MÉDICO VAGABUNDO ESTUPRADOR DE MULHERES VOLTA PARA CADEIA

Roger Abdelmassih deixa a prisão domiciliar e retorna à penitenciária

O ex-médico Roger Abdelmassih, de 76 anos, acusado de abusar sexualmente de dezenas de pacientes, deixou o apartamento onde estava em prisão domiciliar, no início da tarde desta segunda-feira (31/8), para retornar à cadeia.

Roger Abdelmassih será levado à Delegacia de Divisão de Capturas, onde será realizado um boletim de ocorrência e um exame de corpo de delito. Em seguida, o ex-médico retornará à penitenciária II de Tremembé (SP).

“A esposa dele, a dona Larissa, está aguardando um resultado do HC (habeas corpus pedido para mantê-lo em prisão domiciliar). Mas quando eu cheguei eu falei que tinha que levar mesmo, e de pronto ele veio embora com a gente”, disse o delegado Nico Gonçalves, à imprensa.

A autoridade policial disse também que o condenado estava “resistindo um pouquinho” à prisão. Já sobre o estado de saúde, o delegado relatou que Abdelmassih “está caminhando muito lentamente, [quando não está] na cadeira de rodas”.

Roger Abdelmassih estava em prisão domiciliar desde abril deste ano por causa da pandemia do novo coronavírus. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), a pedido do Ministério Público (MPSP).

Preso desde 2009, o ex-médico foi condenado a 173 anos de prisão por estupros cometidos contra mulheres em seu consultório. 

Ele ficou em prisão domiciliar também em 2017, mas a decisão foi revogada no ano passado.

metropoles

Nenhum comentário: