quarta-feira, 29 de maio de 2019

RJ: PREFEITO FAZ PIADA COM O VASCO E IRRITA DIRETORIA

Prefeito do RIO diz ‘Vou mudar o nome da ciclovia para Vasco, porque vive caindo’

Resultado de imagem para CRIVELLA FAZ PIADA COM O VASCO NA CICLOVIAUma das obras problemáticas do Rio de Janeiro, a ciclovia Tim Maia já desabou quatro vezes, duas em 2019. Para o prefeito da cidade, Marcelo Crivella (PRB), dá para comparar a obra com uma dos principais times de futebol da cidade.

“Acho que vou mudar o nome da ciclovia para Vasco da Gama, porque aquilo lá vive caindo”, disse o alcaide carioca, que torce para o Botafogo, em um evento no Palácio da Cidade sobre o aplicativo ‘Rio Táxi’. O cruzmaltino repudiou e respondeu a declaração do prefeito em nota oficial – leia no final da matéria.

A ciclovia Tim Maia tem 9km de extensão e liga o Leblon à Barra da Tijuca. A primeira vez que a obra desabou foi em abril de 2016, pouco tempo após a inauguração, e duas pessoas morreram no acidente. Outras quedas ocorreram em fevereiro de 2018, fevereiro de 2019 e abril de 2019, sem vítimas.

O Vasco, por sua vez, foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileirotrês vezes, em 2008, 2013 e 2015. Em 2019, os temores da torcida de um quarto rebaixamento estão presentes devido ao mau começo da equipe nesta edição, com apenas três pontos em seis jogos no Brasileirão, onde ainda não venceu e é lanterna da competição.

Vale lembrar, no entanto, que o time de Crivella caiu apenas uma vez a menos que o Vasco. O Botafogo foi rebaixado para a segunda divisão em 2002 e 2014.

O Vasco respondeu em uma nota oficial postada em seu site. Confira aqui na íntegra:

O Club de Regatas Vasco da Gama repudia a descabida declaração do prefeito Marcelo Crivella e lamenta que o chefe do Poder Executivo Municipal, eleito para zelar pelo bem público e, sobretudo, pela vida dos cidadãos, tenha se referido de forma tão desrespeitosa a uma tragédia com perdas humanas. O Vasco da Gama se solidariza com os parentes e amigos das vítimas da queda da ciclovia Tim Maia.

#FERA

Nenhum comentário: