sábado, 12 de dezembro de 2020

URGENTE: SUPREMA CORTE DOS EUA REJEITA ANULAR RESULTADO DAS ELEIÇÕES EM 4 ESTADOS

Suprema Corte dos EUA rejeita ação do Texas sobre as eleições americanas

A Suprema Corte dos Estados Unidos negou nesta sexta-feira (11) o pedido do procurador-geral do Texas para anular o resultado das eleições presidenciais em estados-chave que deram vitória a Joe Biden, informou a Reuters. É mais um revés da tentativa do presidente Donald Trump, que tenta reverter a derrota nas urnas.

Na ação, o Texas alegava que as regras de voto por correspondência na Geórgia, em Michigan, na Pensilvânia e em Wisconsin não eram justas. Biden venceu nesses quatro estados em novembro — em todos eles, Trump havia saído vencedor em 2016.

Segue nota da Suprema Corte Americana:


Tradução:

A moção do Estado do Texas para autorização para apresentar um projeto de lei de
reclamação é negada por falta de legitimidade nos termos do Artigo III do
a Constituição. Texas não demonstrou judicialmente
interesse reconhecível na maneira pela qual outro Estado
conduz suas eleições. Todas as outras moções pendentes são rejeitadas
tão discutível.
Declaração do Juiz Alito, a quem o Juiz Thomas se une: Em minha opinião, não temos discrição para negar o ajuizamento de um agravo em um caso que se enquadra em nossa jurisdição original. Ver Arizona v. Califórnia, 589 U. S. ___
(24 de fevereiro de 2020) (Thomas, J., dissidente). Eu, portanto, deferiria a moção para apresentar a reclamação, mas não concederia outra tutela, e não expresso qualquer opinião sobre qualquer outro assunto.
terrabrasilnoticias

Nenhum comentário: