sábado, 26 de dezembro de 2020

ASSASSINO CHEIO DE ÓDIO: 16 FACADAS MATARAM A JUÍZA

Juíza assassinada por ex-marido levou 16 facadas, diz laudo do IML

A juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, de 45 anos, levou 16 golpes de faca ao ser assassinada pelo ex-marido na frente das três filhas do casal na Barra da Tijuca, zona norte do Rio, na véspera de Natal, de acordo com laudo do IML (Instituto Médico Legal) divulgado neste sábado (26). O rosto e o pescoço da vítima foram as áreas mais atingidas.

O engenheiro Paulo José Arronenzi cumpre prisão preventiva. Ele não disse nada durante depoimento à polícia e só deve se pronunciar em juízo.

Nenhum comentário: