quinta-feira, 8 de outubro de 2020

SÉRIE B: QUE SITUAÇÃO - SAMPAIO CORRÊA VENCE E AFUNDA AINDA MAIS O CRUZEIRO

Cruzeiro perde para Sampaio Corrêa e se afunda na Série B

O início da noite de quinta-feira (8) poderia ser de festa pelos 900 jogos do goleiro Fábio com a camisa do Cruzeiro. Porém, o duelo da Raposa contra o Sampaio Corrêa terminou 2 a 1 para a equipe maranhense, gols de Roney e Caio Dantas para o Bolívia Querida, com Manoel descontando para o time azul.

O resultado afundou ainda mais o Cruzeiro, que caiu para a 18ª posição, estacionando nos 11 pontos, ficando em uma situação cada vez mais complicada para sair do Z4, objetivo mais plausível do clube mineiro na Série B no momento, do que pensar no acesso à primeira divisão.

Para o Sampaio, o triunfo foi excelente, pois derrotou um rival direto na luta contra a zona do rebaixamento, subindo para a 15ª posição, com 14 pontos, tendo ainda três jogos a menos que os rivais, o que pode consolidar a recuperação da equipe de São Luís.

A troca de Enderson Moreira por Ney Franco conseguiu piorar a equipe. O Cruzeiro não tem articulação ofensiva, constantes falhas na defesa, vários veteranos em má fase, que são mantidos no time, como o volante Henrique.

Ney Franco também opta por trocas questionáveis, como a entrada de Thiago no ataque, sem ao menos testar Zé Eduardo, que voltou ao clube após um grande esforço da Raposa, que teve de ceder um percentual do seus direitos ao América-RN, time em que estava atuando emprestado.

O que o torcedor percebe nos jogos, é que em 2020, nenhum treinador conseguiu dar padrão tático e organização ao grupo de jogadores. Cm Ney Franco, a história se repete, e aparentemente, seu comando em campo é nulo, pois os atletas não respondem àquilo que ele diz pedir nos jogos. O resultado dessa gestão caótica pode ser uma luta por permanência na Série B, passando o centenário na segunda divisão.

A Raposa encara o Oeste, domingo, às 16h, em Barueri, enquanto o Sampaio Corrêa terá pela frente o Botafogo-SP, em seu estádio, também no domingo, 11 de outubro, às 16h.

r7

Nenhum comentário: