sexta-feira, 30 de outubro de 2020

SEM DÚVIDAS: O BRASIL É O PAÍS QUE TEM MAIS POLÍTICOS DESONESTO NO MUNDO

Mortos, eleitores com renda incompatível e desempregados aparecem como doadores de R$ 22 milhões, aponta TSE

Núcleo de inteligência do órgão identifica indícios de 7 mil fraudes no financiamento ou prestação de serviços nesta eleição. Informações, que ainda passarão por análise mais apurada, serão enviadas para a Justiça Eleitoral julgar as contas dos candidatos.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) identificou vários indícios de fraude no financiamento e prestação de serviços de campanha nestas eleições. As possíveis irregularidades ocorreram em casos como doações feitas por quase 4 mil desempregados, eleitores que nem sequer tinham renda suficiente para financiar candidatos e até pessoas já falecidas que contribuíram com as campanhas. Juntos, esses casos somam mais de R$ 22 milhões.

Há outros indícios de fraude, como 775 fornecedores sem registro de atividade comercial ou cadastro na Receita Federal (R$ 1,3 milhão) e 217 empresas cujos sócios têm algum parentesco com os candidatos (R$ 471 mil).

Clique no link abaixo e veja toda matéria:

Nenhum comentário: