sábado, 3 de outubro de 2020

OPINIÃO DO BLOG


No início dessa semana, o ator Paulo Betti postou um vídeo nas redes sociais onde faz comentários raivosos sobre uma facada sofrida pelo candidato a presidência da república, Jair Bolsonaro. Ele deixa bem claro que a facada era pra ter atingido o alvo e obtido sucesso no intento. Ou seja, ter matado bolsonaro.

Não concordando muito com esse tipo de atitude quando se deseja mal a qualquer cristão, entendo os rancores do ator.

Como 'artista' ele deve ter seus motivos, já que Bolnonaro ao assumir a presidência cortou algus 'privilégios' da classe que recebia turbilhões de dinheiro via 'Lei Rouanet'. Ele deve ser um desses que perdeu a chamada 'boquinha'. Mesmo assim não justifica tão agressivo e incosequente comentário.

Mas, o que causa indgnação mesmo é ver comentários abaixo dessas notícias feitos por pessoas sem o mínimo de amor no coração, que muitas vezes usam o nome de Jesus ou Deus, percebe-se que é em vão, para destilarem seu veneno sobre um procedimento 'mal sucedido', na visão delas.

Não tenho nada contra as manifestações de quem quer que seja, no Brasil o livre arbítrio é constitucional, tenho contra a hipocrisia. Usar o nome de Deus, dando parecer de ser cristão, para depois torcer para que uma facada tire a vida de uma pessoa porque 'não votei com ela' para presidente da república é no mínimo inconsequente.

Independentemente de ser presidente ou mendigo, a vida é a vida, dádiva a nós concedida pelo Rei dos Reis e dono do ouro e da prata, só ele pode tirar. Ele deu, ele tira.

As pessoas precisam saber discernir o mal do bem. O mal nos leva para caminhos tortuosos e escuros onde só há trevas, o bem nos leva para a vida eterna, para os braços do Deus verdadeiro. A escolha é sua, só você pode traçar sua estrada, o seu caminho.

Com certeza esse Deus que vocês adoram não é o meu Deus!

Nenhum comentário: