terça-feira, 13 de outubro de 2020

ATÉ O FINAL DO ANO O BRASIL GANHARÁ MAIS UMA OPERADORA DE TELOFONE

Brasil terá nova operadora de telefone até o fim do ano

A solidão provocada pela pandemia do Coronavirus está privilegiando ferramentas de comunicação à distância. Nesta esteira, aparece o crescimento de mercado das Operadoras Móvel Virtual (MVNO – Mobile Virtual Network Operator), que sem redes próprias, utilizam a cobertura de outra operadora convencional de telecomunicações. Sem necessitar de pesados investimentos na malha operacional, as MVNO conquistam novos patamares, oferecendo benefícios extras para seus usuários. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, a vigência de MVNOs no país iniciou em 2015 e a expectativa é de que em 2020, seja ampliada a curva de crescimento, já que a pandemia não trouxe impacto negativo no número de credenciamentos, apontando uma tendência de crescimento para os próximos 12 meses. Hoje se observa um crescimento de 156% nos serviços desde 2019, contando com 59 operações vigentes.

O aumento mais considerável do segmento foi em 2017, quando 13 MVNOs estavam operação, com apenas dois anos de implantação. Já em 2018, o crescimento foi de 15%, mas no ano seguinte a expansão cresceu, tendo uma alta de 53%. Agora para dar maior robustez a este segmento ingressa a empresa gaúcha Contel Telecom, de Santa Cruz do Sul, que inicia este mês sua operação no país, oferecendo vários diferencias como o atendimento telefônico para a resolução de problemas em até 5 minutos, já que possui um call center na sua sede que vai responder 24h por dia, sete dias na semana. Outra vantagem é não excluir os consumidores negativados pelo sistema de proteção ao crédito, que somam atualmente cerca de 62 milhões pessoas, atingindo um entre quatro brasileiros, segundo o SPC – Serviço de Proteção ao Crédito, que hoje estão distantes da aquisição de um chip de telefonia celular.

A linha telefônica da Contel Telecom tem um perfil de plano pré-pago, com benefícios de um plano pós-pago, já que disponibiliza de forma ilimitada serviços de ligações, SMS, WhatsApp e internet. Ainda, caso os usuários não utilizem todo o pacote contratado no mês, os recursos são acumulados para o mês seguinte. Os consumidores contam também com a não obrigatoriedade de fidelização, que possibilitará a troca de plano mensalmente.

– Caso não tenha utilizado toda a franquia de internet, por exemplo, o restante acumula. Quando resolver não pagar, também não tem problema, pode contratar o serviço novamente a qualquer momento – comenta Cleber Eduardo Grasel Fernandes, diretor da empresa.

Para garantir expansão, oferece seus serviços como ferramenta de marketing para diversas organizações, entidades de classe, clubes de futebol que podem criar marcas próprias com seu chip sem a necessidade de investimentos com estrutura física e tecnológica. O sinal que a Contel Telecom transmite é fornecido pelas redes e antenas da operadora Tim e possui conexão 4G para todo Brasil. A empresa está situada no Parque Científico e Tecnológico Regional da Universidade de Santa Cruz do Sul – TecnoUnisc e já conta com outros 12 Sócios de Expansão espalhados pelo país, que atuam no processo de implementação de 1.000 franquias físicas ou digitais, nos 27 estados brasileiros.

Estadão

Nenhum comentário: