sexta-feira, 11 de setembro de 2020

O 'PRAZER SEXUAL' CONFORME O PAPA FRANCISCO

Para o papa Francisco, “o prazer sexual é divino, vem diretamente de Deus”

Papa Francisco
O papa Francisco fez uma referência aos prazeres culinário e sexual classificando-os como algo “simplesmente divino”. O comentário está registrado em um livro de entrevistas publicado nessa quarta-feira (9/9) na Itália. “O prazer sexual vem de Deus, e os cristãos devem aproveitá-lo. Assim como comida boa”, acrescentou o pontífice.

O livro do italiano Carlo Petrini reúne uma série de entrevistas feitas pelo autor com o papa. No relato, o religioso afirma ainda que “A Igreja Católica condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas, por outro lado, sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais”.

“O prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino”, diz o religioso.


Moralidade abençoada

Na obra, o pontífice faz uma crítica ao que classifica como “moralidade abençoada”, que seria uma rejeição da noção de prazer.

“O prazer de comer serve para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual serve para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie”, destaca Francisco. “O prazer de comer e o prazer sexual vêm de Deus”, ressalta o papa.

O livro no Brasil

A obra “TerraFutura: conversas com o papa Francisco sobre ecologia integral”, que está gerando grande repercussão no exterior, ainda não tem previsão de quando será traduzida para o português.

Nenhum comentário: