quinta-feira, 20 de agosto de 2020

DEU RUIM: MULHER TEM CABELO DESTRUÍDO POR CABELEIREIRA E VAI A POLÍCIA

Mulher procura a polícia após cabeleireira “destruir” seu cabelo

Foto Ilustrativa
Uma mulher de 39 anos procurou a polícia nessa quarta-feira (19/8) afirmando que teve seu cabelo “destruído” por uma cabeleireira de um salão no centro de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Segundo a vítima, no dia 8 de agosto, às 13 horas, ela foi até o salão, na Avenida Filinto Muller, para fazer luzes e uma reconstrução no cabelo utilizando vinagre e alguns cremes que não teriam sido mostrados previamente para ela.

Os procedimentos foram realizados pela dona do salão e por uma assistente e custaram R$ 200. A cliente saiu do salão às 20h30, mas não ficou contente com o resultado.

No dia 15 de agosto, às 15 horas, ela retornou para fazer uma selagem. Ela foi recebida pela dona do salão e pediu que fosse atendida somente por ela, mas isso não ocorreu.

A dona passou a cliente para sua filha e para um assistente homem, alegando que eles corrigiriam o erro da semana anterior.

Não foi feito nenhum teste do cabelo da cliente e refizeram as luzes sem que ela pedisse. Com isso, no entanto, o cabelo da vítima começou a se desmanchar nas mãos dos dois profissionais.

A dona do salão, segundo a vítima, em nenhum momento foi falar com ela.

Já a filha da dona e o assistente, ao verem o estado do cabelo da cliente, pediram que ela voltasse no outro dia para tentar consertar mais uma vez o cabelo, que havia ficado ainda pior.

A mulher, então, resolveu procurar a polícia e registrar um boletim de ocorrência dizendo estar depressiva, chorosa e nem conseguindo se olhar no espelho, ou trabalhar, pois trabalha com sua imagem.

“Não tenho condição nenhuma de sair na frente de ninguém. Peço que a justiça seja feita, pois ela [a cabeleireira] pode fazer isso com mais pessoas”, disse a vítima.

O caso foi registrado como ocorrências atípicas e encaminhado para investigação da Polícia Civil.

O Livre

Nenhum comentário: