segunda-feira, 29 de junho de 2020

INVESTIGAÇÃO: OS LADRÕES DA SAÚDE JÁ SURRUPIARAM MAIS DE R$ 1 BILHÃO

Investigação de desvios superiores a R$ 1 bilhão na Saúde já chega a 15 Estados

Polícia Federal tem recolhido,
inclusive dinheiro vivo, nas operações de
combate à corrupção na Saúde
A CGU (Controladoria-Geral da União) já acumula quase 4 mil denúncias de desvios, superfaturamento, e favorecimento de empresas contra administrações públicas no uso de recursos da Saúde para o enfrentamento ao Covid-19. Muitas destas denúncias ganharam corpo, após uma apuração conjunta com o Ministério Publico, Tribunal de Contas da União, e por determinação judicial, transformadas em investigação pela Polícia Federal.

PF apurando casos por ordem judicial

A Polícia Federal já apura casos nos Estados do Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e o Rio Grande do Sul. As investigações apuram o impacto da corrupção relacionada ao dinheiro enviado pelo Governo Federal e que deveria ser aplicada no cuidado com o Coronavírus. Segundo a Controladoria-Geral da União, são quase 4 mil denúncias relacionadas com a pandemia. As investigações apontam para compras sem licitação, que ultrapassam a R$ 1 bilhão. O link para denúncias à CGU, que preserva o autor, pode ser acessado: https://falabr.cgu.gov.br/publico/Manifestacao/SelecionarTipoManifestacao.aspx?ReturnUrl=%2f

Prefeitos reclamam da nova classificação no RS

A nova classificação por região, que vai restringir a partir desta segunda-feira as atividades da economia no Rio Grande do Sul, não foi bem recebida pelos prefeitos, até então sintonizados com o modelo adotado pelo governador Eduardo Leite (PSDB). Em diversas regiões, a crítica se dá em relação à leitura fria do governo, feita individualmente por cidades, sem considerar a estrutura regional de atendimento hospitalar. Em Porto Alegre, as criticas são muito fortes, em razão da ameaça de restrição rigorosa aos shoppings centers e de outros setores, feita pelo prefeito Marchezan Junior (PSDB).

Caso Carla Zambelli: patifaria do jornalismo dedo-duro

Tem razão o presidente Jair Bolsonaro quando comenta que a acusação à deputada Carla Zambelli (SP), de ter informação privilegiada da Polícia Federal, feita por jornalistas, foi “uma patifaria”. Alguns casos de compras superfaturadas em diversos Estados, necessitam apenas de alguns neurônios para se deduzir que logo, a Polícia Federal estará agindo. Não precisa ser vidente.

Parceria Random e Embraer

Uma parceria da gaúcha Randon com a Embraer vai permitir a produção de componentes para respiradores pulmonares para doação à rede hospitalar. O CEO do grupo Randon informa que os componentes são fabricados em Flores da Cunha, na Serra Gaúcha.

Bolsonaro critica “um tal de Crispim’

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou que “liberdade expressão defendemos a qualquer tempo,” ao referir-se ao inquérito das Fake News que vem sendo conduzido pelo ministro do STF, Alexandre Moraes. Bolsonaro lembra porém que “segundo consta, quem alimentou esse inquérito, foi o gabinete da Joice Hasselmann, e um tal de Crispim (deputado federal Nereu Crispim, do PSL gaúcho) lá no RS que usou meu nome, e usou o partido para se eleger. Se estive uma vez na vida com esse cara, foi muito.”

osul.com

Nenhum comentário: