terça-feira, 26 de novembro de 2019

STF MANCHA O BRASIL LÁ FORA - POR J. R. GUZZO

STF é o maior responsável por manchar a imagem do Brasil lá fora

Vinícius Santa Rosa/ MetrópolesUma das piores consequências da guerra que o Supremo Tribunal Federal declarou a favor da impunidade e contra os esforços da Justiça, do Ministério Público e de órgãos de fiscalização federais no combate à corrupção é sujar o nome do Brasil no exterior. Isso mesmo: quem está mais avacalhando, hoje, a imagem brasileira no mundo não são, como de hábito, as quadrilhas de criminosos, a corrupção nas polícias ou a venalidade fora de controle das autoridades públicas.

Nada disso: é ninguém menos do que a mais alta Corte de Justiça do país, por meio da ação dos seis ministros que compõem a sua facção pró-crime. A proibição de permitir a prisão de criminosos condenados em segunda instância foi apenas o último ato público de apoio à impunidade que cometeram. Sua fama já está sendo construída há meses.

As decisões sistematicamente a favor dos corruptos e da corrupção tomadas pela maioria dos ministros, com a abertura por atacado das portas da cadeia para ladrões do erário e outros bandidos, vem sendo observada – e anotada – por organizações internacionais de primeira linha que avaliam o grau de civilização legal dos países.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), por exemplo, que reúne as nações mais bem-sucedidas do mundo, já colocou o Brasil na sua lista de lugares suspeitos. O mesmo foi feito pela Interpol. Agências como o FBI e as divisões internacionais das principais polícias da Europa e Ásia também estão nos incluindo no rol dos países não confiáveis – em matéria de proteção à corrupção, lavagem de dinheiro, crimes financeiros, golpes internacionais, leniência da Justiça com tráfico de drogas e por aí afora.

Não é o nome do Brasil, apenas, que sofre com isso: é a confiança do investidor internacional, que exige níveis mínimos de limpeza na Justiça e de segurança jurídica para aplicar dinheiro por aqui. Também não é só o STF que está enterrando a reputação do país: as lideranças do Congresso e a ação das gangues partidárias dão uma ajuda preciosa aos “Seis do STF”.

Foi-se o tempo em que a má fama do Brasil no mundo vinha da ditadura militar. Hoje, vem dos degraus mais altos dos nossos tribunais.

Metrópoles

Nenhum comentário: