sábado, 12 de outubro de 2019

CEARÁ-MIRIM: NÃO ENTENDI A RECOMENDAÇÃO DO MP

MP recomenda que Ronaldo não demita e nem rescinda contratos

Conforme noticiado pela imprensa nesta sexta-feira (11), o MP recomenda que o prefeito interino de Ceará-Mirim, vereador Ronaldo Venâncio, não rescinda contratos e nem demita servidores nesse período que antecede a eleição suplementar, ou seja, não efetue demissões ou rescisões de contratos temporários ou de cargos que não sejam de comissão e de funções de confiança, a não ser excepcionalmente por justa causa.

Mas, 'peraí'... Ronaldo sendo o prefeito evidentemente será responsável por qualquer ilícito que acontecer durante seu mandato. Correto? responderá na justiça por qualquer 'deslize' que venha causar prejuízo ao município. Correto? mesmo assim ele é obrigado a administrar com pessoas alheias a sua confiança. É isso? pessoas que eram da confiança do governo que saiu? vots...

Bom, quanto aos contratados tudo bem, geralmente os contratos são assinados até 31 de dezembro, mas os cargos comissionados que geralmente são ocupados por pessoas da confiança do prefeito não poderem ser substituídos é igual aqueles filmes que passaram um dia nos cinemas; 'Dormindo Com o Inimigo" ou "O Perigo Mora ao Lado".

Me desculpem, mas não entendi essa decisão do MP!

Um comentário:

Joselito disse...

Além do mais, o governo interino só o quê fez até agora foi nomear familiares, parentes e cabos eleitorais dos vereadores e dos partidos que o apoiam, é um festival de nomeações, e olha que o próprio prefeito interino disse que a situação financeira municipal era delicada!!