quarta-feira, 12 de junho de 2019

RJ: ABSURDO - MILÍCIA OUSADA ISENTA PMs DE PAGAR TAXA

Circular da milícia isenta PMs de pagar 'taxa de segurança' na Praça Seca

Documento estipula pagamentos de R$ 50 por dois mesesDesde a última quinta-feira, uma circular distribuída a moradores de um condomínio da Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, detalha a cobrança de taxas impostas pela milícia que domina a região. O documento, que está com a Polícia Civil e foi obtido com exclusividade pelo EXTRA, aponta o valor da “taxa de segurança”, impõe data para recolhimento do pagamento e ainda informa que “condôminos idosos acima de 65 anos e militares da PM da ativa ou da reserva” estão isentos da cobrança.

A circular revela que os paramilitares passaram a cobrar R$ 50 de cada apartamento nos dois primeiros meses de pagamento. A partir do terceiro, o valor diminui para R$ 40 por mês. O condomínio em questão tem cerca de 50 apartamentos.

Ainda segundo o documento, os pagamentos devem ser feitos até o dia 20 de cada mês, quando a milícia faz o recolhimento. Os valores devem ser colocados, por cada morador, num envelope lacrado na portaria. Uma planilha deixada no local deve ser preenchida após os pagamentos. Dessa maneira, a milícia sabe quem são os inadimplentes.

Homens armados trocam tiros e provocam pânico na Praça Seca, Zona Oeste do Rio
A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) tem um inquérito em andamento que investiga cobrança de taxas por milicianos em condomínios de Vila Valqueire, Campinho e Praça Seca desde março, quando a milícia tomou o controle de toda a região. Para todos os outros conjuntos habitacionais do entorno também vale a mesma regra: todos pagam, mas PMs e idosos estão imunes.

Em abril, o EXTRA revelou que moradores da região receberam boletos da milícia. Eles têm o nome do morador, o endereço do imóvel e os meses pagos. Os criminosos controlam os pagamentos mensalmente.

Extra

Nenhum comentário: