quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

PETROBRAS: BRASILEIROS TAMBÉM QUEREM INDENIZAÇÃO

Acionistas da Petrobras pedem extensão do acordo nos EUA a investidores no Brasil
 
Resultado de imagem para petrobrasOs acionistas minoritários da Petrobras pediram nesta quarta-feira (3) à Justiça brasileira que aplique aos investidores do Brasil as mesmas condições do acordo que prevê indenizações de US$ 2,9 bilhões para encerrar a ação coletiva nos Estados Unidos pelas perdas com o escândalo de corrupção revelado pela operação Lava Jato.
Em petição entregue à Justiça estadual de São Paulo, a Associação dos Investidores Minoritários (Aidmin) pede que o acordo com os estrangeiros seja estendido à Ação Civil Pública aberta pelos acionistas no Brasil no fim do ano passado. O processo coletivo quer que a estatal repare os danos causados aos investidores após o escândalo.
Na peça, o advogado que representa os acionistas no Brasil e autor da class action que gerou o acordo, André de Almeida, defende que o valor da indenização aos brasileiros seja “ao menos igual” ao valor pago aos estrangeiros, citando o princípio da equidade.
O acordo fechado nos EUA apenas beneficia os investidores brasileiros (e estrangeiros) que adquiriram ações da Petrobras negociadas na Bolsa de Nova York, as chamadas ADRs.

Nenhum comentário: