segunda-feira, 26 de novembro de 2018

BARCO POTIGUAR ATACADO POR NAVIO CHINÊS JÁ SE ENCONTRA EM NATAL

Pescadores atacados por navio da China chegam a Natal e prestam depoimento à Marinha

Na madrugada desse domingo, 25, os 10 pescadores do Oceano Pesca I atracaram no Porto de Natal. Os tripulantes do barco potiguar afirmam terem sobrevivido a um ataque de um navio da China, o Chang Rong 4. Todos [seis potiguares e quatro homens do Ceará] foram ouvidos pela Marinha do Brasil.

A Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN), informou que o Oceano Pesca I chegou por volta das 3h do domingo. Além de colher depoimentos dos pescadores, uma perícia foi feita no barco.

“Os procedimentos são parte do inquérito aberto com o objetivo de apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do incidente, bem como instruir ações nas instâncias adequadas”, informou o 3º Distrito Naval.

A Marinha do Brasil ressaltou que “a embarcação retornou após um incidente de navegação com um barco de pesca estrangeiro, fora das Águas Jurisdicionais Brasileiras”. Reconhecendo a falta de jurisdição, o presidente do Sindicato da Indústria de Pesca do Estado do Rio Grande do Norte (Sindipesca), Gabriel Calzavara, cobrou apuração.

“Sei que a Marinha não tem jurisdição em águas internacionais. Mas esse barco era um território brasileiro, com brasileiros a bordo, além das 200 milhas [limite do território marítimo]”, destacou.

“Se o barco fosse ao fundo ninguém ia saber de nada. Isso é gravíssimo”, declarou.

Os pescadores contaram que sofreram o ataque na última quinta-feira, 22, em águas internacionais costeiras ao Brasil. “Eles estão tranquilos. Foram para casa, e hoje já apareceram na empresa”, relatou Everton Padilha, proprietário da embarcação, sobre o estado dos funcionários.

Enquanto o Oceano Pesca I está atracado em Natal, o Chang Rong 4 navega pelas águas da África Ocidental nesta segunda-feira, 26, de acordo com o site MarineTraffic.

Com informações do Portal no Ar

Nenhum comentário: