terça-feira, 12 de janeiro de 2021

ELEIÇÃO: GOVERNADOR DE GOIÁS REÚNE DEPUTADOS FEDERAIS PARA APOIAR LIRA

Ronaldo Caiado reúne deputados federais para declarar apoio a Arthur Lira

O governador Ronaldo Caiado (DEM) reuniu, na noite desta segunda-feira (11/01), boa parte da bancada goiana no Congresso Nacional para declarar apoio à candidatura de Arthur Lira (PP-AL) ao comando da Câmara dos Deputados. O encontro ocorreu no Palácio das Esmeraldas, sede do Executivo de Goiás e contou, ainda, com congressistas convidados, entre eles os deputado federais de Brasília, Celina Leão (PP) e Luis Miranda (DEM).

O evento teve articulação do ex-deputado federal Alexandre Baldy (PP-GO) que, embora ocupe a Secretaria de Transporte do Estado de São Paulo, definiu a preferência ao candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O apoio foi declarado na sala de cultura Gercina Borges Teixeira, lançada pelo ex-governador goiano Marconi Perillo (PSDB) em seu último ato antes de deixar o governo de Goiás, em dezembro de 2018.

Apenas de Goiás, 6 deputados federais marcaram presença no encontro político: Célio Silveira (PSDB), Zacharias Calil (DEM), Francisco Júnior (PSD), João Campos (Republicanos), José Nelto (Podemos) e Lucas Vergílio (Solidariedade). Além deles, assinaram a lista de presença divulgada Magda Mofatto (PL-SP), Vitor Hugo (PSL-BA), Hiran Gonçalves (PP-RR), Marcelo Ramos (PL-AM), Gustinho Ribeiro (Solidariedade-SE), Antonio Brito (PSD-BA), Luís Tibe (Avante-MG), Doutor Luizinho (PP-RJ), Celso Sabino (PSL-PA), Johnathan Jesus (Republicanos-RR) e Carlos Gaguim (Podemos-TO).

Ainda nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu o apoio da bancada ruralista na corrida rumo à presidência da Câmara dos Deputados. O pedido ocorre após o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Alceu Moreira (MDB-RS), declarar apoio a Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Casa.

“Todo esse pessoal do campo tem que tá comigo, pô. Esse é o mínimo de razoabilidade que eu peço para eles, para a gente pode levar nossas pautas para frente. […] O mínimo que eu peço para os parlamentares do campo, que [sic] eu tenho profunda gratidão e apreço, que vote no nosso candidato para a Mesa para a gente não deixar mais caducar medidas provisórias”, afirmou o presidente a apoiadores, no Palácio da Alvorada.
Disputa

O Palácio do Planalto apoia o deputado Arthur Lira (PP-AL) para assumir o comando da Câmara. O parlamentar é um dos líderes do bloco conhecido como Centrão, que reúne siglas de centro-direita e, desde meados do ano passado, dá apoio ao Planalto em troca de cargos no governo.

Lira conta com o apoio de PP, PL, PSD, Republicanos, Solidariedade, Pros, Patriota, PSC e Avante, num total de 193 parlamentares. O PTB, com 11 deputados, e o Podemos, com 10, devem seguir com ele, totalizando 214.

Como principal adversário, Lira terá o deputado Baleia Rossi. Ele conta com o apoio de PT, PSL, MDB, PSB, PSDB, DEM, PDT, Cidadania, PV, PCdoB e Rede. Juntas, as siglas somam 261 parlamentares.

A eleição da Mesa Diretora da Câmara está prevista para 1° de fevereiro e ocorre sob voto secreto — que abre margem para potenciais “traições”. Para ser eleito, o candidato necessita de 257 votos.

metropoles

Nenhum comentário: