segunda-feira, 28 de setembro de 2020

CORREIO BRASILIENSE DIZ QUE FLÁVIO E QUEIROZ AINDA NÃO FORAM DENUNCIADOS AO MP

MP conclui investigação e deve denunciar Flávio e Queiroz por três crimes

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) concluiu, nesta segunda-feira (28/9), o inquérito que investiga o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o ex-assessor Fabrício Queiroz sobre o esquema de corrupção na Assembleia Legislativa do Rio.

Segundo o jornal o Globo, os dois serão acusados dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, mas a denúncia ainda não foi formalizada à Justiça.

De acordo com a investigação, o senador, que na época era deputado estadual, usou, ao menos R$ 2,7 milhões do esquema das rachadinhas.

Queiroz foi preso em junho deste ano na casa do ex-advogado da família Bolsonaro Frederick Wassef, em Atibaia, no interior de São Paulo. Ele foi para prisão domiciliar após um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

CB

Nenhum comentário: