quinta-feira, 18 de abril de 2019

ACABARAM COM A TRADIÇÃO DA "SEMANA SANTA"

Resultado de imagem para ESMOLAS NA SEMANA SANTA NO INTERIOR
Era comum na "Semana Santa", em cidade de interior, os comerciantes distribuírem peixes, cocos e verduras como forma simbólica de esmola. Filas extensas se formavam nas portas dos armazéns para participar do evento que se transformava em festa até para os que não precisavam. Não se fazia necessário ser pobre, a festa era para todos, o momento santo era bem maior que tudo isso. Também era comum essa troca de "esmolas" entre as famílias, e não precisava ser amigo, só bastava serem simples "conhecidos". 

Por que não vemos mais isso? a ambição do homem lhe proibiu de dividir um pouco daquilo que falta para alguém. 

E o sábado de aleluia? existia um sábado de aleluia sem as peripécias do "Roubo de Galinha"? na época, era o único roubo que era perdoado, exatamente por não existir maldade no ato, tudo era feito de forma simples e rápida, os "larápios" não usavam armas só bastava ser serelepe, e quando falhavam na ação, geralmente essa falha era o flagra do proprietário do produto a ser roubado, o "meliante" servia de gozação para o resto da "gang" que ficava na espreita e mais nenhum castigo era imputado ao fracassado "ladrão". 

Por que não vemos mais isso? o roubo de galinha passou a ser crime hediondo, e o roubo de milhões de rais passou a ser uma questiuncula resolvida em tribunais de pequenas causas.

Que saudade das esmolas e dos roubos de galinha na "Semana Santa"!

Nenhum comentário: