sábado, 14 de julho de 2018

FIFA BATE RECORDE EM LUCROS E AINDA ACHA QUEM TRABALHE DE "GRAÇA"

Fifa deve ter recorde bilionário em lucros na Copa, mas economiza milhões com voluntários

Resultado de imagem para fifa na copa da russiaEntre as milhares de camisas de seleções como a brasileira, a francesa, a alemã, a argentina, a croata ou a russa, um uniforme é onipresente nas ruas e estádios de todas as cidades-sede da Copa do Mundo da Rússia.

As camisas vermelhas ou azuis dos voluntários da Fifa e do Comitê Organizador Local da Copa vestem jovens vindos de toda a Rússia com o propósito de trabalhar em 20 diferentes funções que vão desde apoio e prestação de informação em ruas, aeroportos e estádios até credenciamento, suporte a profissionais de imprensa, logística e operações ou assistência a jogadores e autoridades.

Apesar de se registrar como entidade sem fins lucrativos, uma estimativa feita pelo jornal New York Times a partir de documentos fiscais da Fifa indica que a federação deve lucrar US$ 6,1 bilhões (ou R$ 23,7 bilhões) com direitos de transmissão, contratos de patrocínio com grandes marcas e royalties.

Superior ao PIB de países como o Suriname, Serra Leoa ou Cabo Verde, o lucro dos jogos levanta uma questão delicada: por que mais de 30 mil pessoas que trabalham muitas vezes mais de 8 horas diárias para a Copa da Fifa acontecer não ganham um salário?

Considerando o salário mínimo mensal russo (11,163 rublos, ou R$ 695) e os 17.040 voluntários do Comitê Organizador somados aos 18 mil voluntários nas 11 cidades-sede, o valor bruto economizado pela Fifa com o pagamento mensal destes trabalhadores chegaria a R$ 24,3 milhões.

Se a conta incluir encargos trabalhistas exigidos pela legislação russa como previdência, o valor aumenta em 30% e chega a R$ 31,6 milhões. A estimativa foi feita pela BBC News Brasil a partir dos registros da Thompson Reuters Practical Law, que reúne informações atualizadas sobre mercados, legislação e relações trabalhistas em dezenas de países.

Os números foram enviados pela reportagem para a Fifa, que respondeu a alguns questionamentos, mas não fez comentários sobre valores.

'Gratidão aos voluntários'
Na última quarta-feira, a secretária-geral da Fifa, Fatma Samoura, fez uma visita aos voluntários e expressou "sua enorme gratidão".

"Vocês são o coração e alma desta Copa do Mundo. Vocês são os que permitiram que este torneio se tornasse uma realidade", disse a secretária-geral, aplaudida pela multidão de jovens.

Com informações do G1

Nenhum comentário: