quinta-feira, 8 de março de 2018

DF: CORONEL MARAJÁ

Coronel suspeito de corrupção recebe contracheque de R$ 539 mil da PM

Preso em 14 de novembro, após ser acusado de corrupção, o coronel Francisco Eronildo Feitosa Rodrigues, que chefiava o Departamento de Logística e Finanças (DLF) da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), recebeu R$ 539.346,69 líquidos em fevereiro deste ano. O valor consta no contracheque expedido pela corporação no mês seguinte à soltura dele, autorizada pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).
Do total, R$ 200 mil são referentes ao pagamento de indenização de férias, e R$ 255 mil foram identificados como ressarcimento de licenças especiais. Francisco Feitosa ainda embolsou R$ 70 mil a título de ajuda de custo, aponta o documento.
Ele foi solto em 25 de janeiro deste ano, um dia antes de ser transferido para a reserva remunerada, com salário de R$ 17,6 mil. À época, a PMDF reforçou que, como Feitosa tem 30 anos de serviço, a lei lhe assegura a aposentadoria. Mas, em caso de condenação à perda do cargo, o benefício financeiro mensal será suspenso, de acordo com a corporação.

Metrópole

Material cedido ao Metrópoles

Nenhum comentário: