terça-feira, 22 de setembro de 2020

PASTORA DEPUTADA RECORRE PARA NÃO USAR 'PULSEIRA NA CANELA'

Flordelis recorre de decisão sobre uso de tornozeleira eletrônica

A defesa da deputada federal Flordelis recorreu, nesta terça-feira (22/9), da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) que determina que a parlamentar use uma tornozeleira eletrônica como medida de segurança.

O advogado da deputada, Anderson Rollemberg, classificou o monitoramento eletrônico como desnecessário.

A sentença da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce também estabelece que Flordelis fique em prisão domiciliar entre 23h e 6h. No entanto, a deputada pode sair para resolver questões relacionadas ao exercício do mandato parlamentar e das funções legislativas.

Mais cedo, Flordelis foi ouvida pelo corregedor da Câmara, Paulo Bengtson (PTB-PA), sobre o processo de investigação que pode culminar na cassação de seu mandato.

Nenhum comentário: