sábado, 7 de setembro de 2019

CEARÁ-MIRIM: PROJETO ESTIMULA AÇÕES DE COMBATE AO SUICÍDIO

Câmara Municipal de Ceará-Mirim aprova projeto de combate ao suicídio

O número de casos de suicídio no Brasil vem crescendo de forma assustadora, principalmente entre crianças e adolescentes, de maneira que o suicídio tornou-se a segunda maior causa de morte entre adolescentes.

Em Ceará-Mirim, preocupado com essa crescente demanda, o vereador Marcos Farias-PHS, apresentou o Projeto de Lei 31/2019 que dispõe sobre o estímulo às ações de combate ao suicídio e de promoção do direito ao acesso à saúde mental para crianças e adolescentes.

Pelo texto, aprovado em segunda e última discussão e votação pelo plenário da Casa Legislativa nesta quinta-feira 5 de setembro, o Poder Público, no âmbito da política municipal voltada à educação buscando estratégias para estimular ações de combate ao suicídio, estimulará atividades com a finalidade de conscientizar os adolescentes a respeito da valorização da vida.

Marcos Farias lembra, que de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde-OMS, a taxa mundial de mortalidade por suicídio é de um a cada 40 segundos.

Um aumento de 66% nos últimos 45 anos, que coloca o suicídio como a segunda principal causa de morte no grupo etário, que vai dos dez aos 24 anos de idade.

Pelo projeto do vereador Marcos Farias, as ações de combate ao suicídio em Ceará-Mirim devem levar em consideração as pressões específicas sofridas por crianças e adolescentes nos ambientes de trabalho e de estudo, apoiando-os no enfrentamento dos desafios e dificuldades vivenciados nessas etapas da vida.

“O projeto de nossa autoria, tem como principal objetivo sensibilizar professores, gestores, pais, familiares e responsáveis, de modo que tenham condições de identificar comportamento suicida entre crianças e adolescentes e, através do diálogo e técnicas de conscientização sejam capazes de influenciar com pensamentos e atitudes, contribuindo para evitar casos de suicídio”, enfatiza o vereador Marcos Farias.

Por fim, Marcos Farias avalia como fundamental a união de esforços de diversas áreas para enfrentar o problema do suicídio.

E dentro desse contexto, várias ações são importantes para fazer frente ao grave problema, e uma das formas mais efetivas que se tem para trabalhar e ter resultados impactantes para a população, é melhorar a assistência na área de saúde mental e da dependência química.

“Ações de conscientização e de informação também são importantes para que as pessoas possam ajudar quem está em situação de risco”, finaliza Marcos Farias.

O projeto segue agora para sanção, ou veto do Poder Executivo Municipal.

Assecom - CMCM

Nenhum comentário: