sexta-feira, 5 de julho de 2019

RN: AS MULHERES CHEGAM A CONSTRUÇÃO CIVIL

Mulheres dominam 10% do mercado de construção civil no RN

A descoberta de novos talentos com o curso voltado para a construção, vem sendo incentivo para as alunas que já projetam outras atividades
Às 9h em ponto, a sala de aula do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da comunidade de Pium, localizada no município de Parnamirim, já estava lotada. As 33 mulheres aguardavam para receber as notas da última prova e começar a aula do dia, uma das últimas do curso de construção civil voltado para alvenaria do qual participam desde março.

Criado em uma parceria entre a Prefeitura de Parnamirim e uma empresa privada, a Mirante Empreendimentos, o curso tinha dois principais objetivos: capacitar as mulheres para trabalhar na área da construção civil e permitir que, ao final do curso, elas pudessem ser contratadas para trabalhar no próximo empreendimento da empresa, de 1.072 unidades habitacionais no município. 

A ideia do curso, explica a gestora de qualidade da Mirante, Faíse dos Santos, veio a partir da observação do desempenho das próprias mulheres que já estavam na empresa. “Na administração a gente já tinha um grupo feminino bem grande e a gente viu que o desempenho era muito bom. Conhecendo a competência, o planejamento e o senso de responsabilidade que muitas dessas mulheres tinham para esses serviços, pensamos: por que essas habilidades não são aproveitados em todas as áreas?”, relata a gestora. 

No mercado da construção civil brasileiro, apenas 9,9% dos trabalhadores eram mulheres, de acordo com dados da Relação Anual de Informação Social (RAIS) de 2016. O número, apesar de pequeno, é o mais alto que já foi registrado de participação das mulheres nesse setor no país, e vem crescendo anualmente. Em 2006, 7,1% das mulheres compunham o contingente total de trabalhadores do ramo. Nos anos seguintes, o número oscilava sempre entre os 7% e 9%.

No Rio Grande do Norte, os números estão um pouco acima da média nacional: das 30.550 pessoas ocupadas na área da construção civil em 2017, 3.276 (10,7%) eram mulheres, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nenhum comentário: