sexta-feira, 12 de abril de 2019

O MUNDO TODO SABIA, MENOS FÁTIMA BEZERRA!

“Encontramos o RN num atoleiro, mas vamos superar”, diz Fátima

A governadora Fátima Bezerra disse, em seu discurso sobre os 100 primeiros dias de gestão à frente do Executivo, em solenidade ocorrida no Centro Administrativo Estado, na quinta-feira, 11, que encontrou o Rio Grande do Norte “mergulhado” em dívidas e com graves dificuldades financeiras.

Na solenidade, a governadora anunciou a publicação do edital para a operação de créditos para os royalties do petróleo. O processo sairá descrito no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 12. Além disso, Fátima Bezerra falou sobre a chegada de novos investimentos, como o desembarque de novos 50 parques eólicos até 2023, o que deve resultar em R$ 4 bilhões em investimentos.

No entanto, o discurso da solenidade trouxe um teor de críticas às gestões anteriores. “Encontramos o Rio Grande do Norte, infelizmente, mergulhado num verdadeiro atoleiro do ponto de vista das contas que me fez, inclusive, ter a atitude firme e corajosa, ainda no segundo dia de governo, de decretar calamidade financeira, como um ato de transparência e de chamar a sociedade e os demais poderes para juntos trilharmos o caminho para tirar o Estado dessa situação”, disse ela.

Fátima Bezerra também abordou as dificuldades financeiras encontradas pela atual gestão. O déficit orçamentário encontrado no início do ano foi de R$ 2,57 bilhões. “Foram 100 dias de um trabalho feito com muita humildade, até porque esse é nosso perfil, mas ao mesmo tempo muita firmeza, coragem e disposição para enfrentar os desafios e superarmos essa situação”, reforçou.

Ainda no discurso, ela falou dos esforços dos integrantes do atual secretariado em retirar o Rio Grande do Norte do atual quadro de dificuldade. “Hoje nós temos uma equipe tecnicamente preparada e politicamente comprometida com os desafios que estão colocados no nosso Estado”, elogiou.

Ainda durante o evento, o secretário estadual de Segurança Pública, coronel Francisco Araújo, falou sobre as ações para integrar as forças de segurança, como a Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Ela avalia que a ação de unir as três instâncias conseguiu reduzir os índices de criminalidade. Além disso, a Secretaria de Segurança espera, até o fim do ano, receber os R$ 80 milhões em convênios com o Governo Federal. “O recurso será utilizado na compra de equipamentos para estruturar as instituições de segurança. Haverá também um aporte de R$ 40 milhões, oriundos das emendas impositivas que os deputados federais e senadores destinaram ao RN”, disse coronel Araújo.

O titular da pasta de Educação, Getúlio Marques, falou sobre as medidas para resolver os problemas estruturais das escolas públicas da rede estadual. Ele também aludiu para ações de erradicação do analfabetismo nas áreas rurais. “São várias adversidades que nós encontramos, mas que vamos procurar vencer. Estamos preparados e a equipe está trabalhando. O nosso ensino médio tem hoje um dos piores indicadores do Brasil, mas nós estamos trabalhando para reverter este quadro”, completou.

Agora RN

Um comentário:

Unknown disse...

Vixiiiii! E foi? Marmininu! Num credito não! Rsssssss !