quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

O REMÉDIO É CHORAR, CHORAR E CHORAR!

As sete pragas do petismo

O petista Renato Janine Ribeiro vislumbra o Apocalipse.

Divirta-se com o devaneio do ministro de Dilma Rousseff, publicado pela Folha de S. Paulo:

“O governo atual se divide entre a extrema direita e a direita autoritária.

A extrema direita tem os ministérios que tratam de valores (Direitos Humanos, Meio Ambiente, Educação), mais as Relações Exteriores. É o DNA do presidente (…).

Já a direita autoritária ficou com os superministérios da Economia e da Justiça. O empresariado e parte da imprensa apostam neles, fazendo vista grossa à extrema direita, que gera vergonha fora do país. Seus apoiadores esperam que Paulo Guedes produza crescimento econômico e que Sergio Moro entregue algo que não se sabe o que é, se a redução na corrupção, se a melhora na segurança pública (…).

Fazia tempo que o Brasil não se encontrava tão perto da entropia: a possibilidade de se inviabilizar. De entrar em colapso, por longos anos ou mesmo para sempre. O mais perto que estivemos disso foi com a hiperinflação, logo antes de 1994 (…).

Os superministérios podem dar certo, ou não. O Judiciário pode até mesmo anular a eleição de 2018: a lei eleitoral fornece pretextos, hoje, para cassar praticamente qualquer eleito. Tudo é possível ante a possibilidade da entropia (sinônimo leve: desastre). A única quase-certeza que tenho é que será difícil a extrema direita dar as cartas por muito tempo.”

O Antagonista

Nenhum comentário: