quarta-feira, 5 de setembro de 2018

ES: CANDIDATA PETISTA PEDE VOTO SÓ DE CALCINHA

Candidata a deputada pede votos só de calcinha


Candidata a deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT), a professora e atriz Bruna Barbieri, de 30 anos, arrumou um jeito inusitado de promover sua campanha. Sob o slogan “Essa é boa”, ela tem usado as redes sociais para postar fotos sensuais e convencer o eleitor.

Em uma das publicações em seu perfil no Facebook, datada de 24 de agosto, quando a campanha já havia sido iniciada, Bruna aparece só de calcinha pedindo voto.

Na postagem, ela explica a escolha de seu número de urna. Como candidatos a deputado estadual têm cinco números, para acompanhar o 13 do PT ela havia optado pelo 171 para vir em seguida, mas foi convencida pela legenda a usar o 181, número de chamada do Disque-Denúncia.

“Meu número ia ser 13.171, mas as pessoas que me apoiam e estão comigo me convenceram, nos 48 do segundo tempo, a deixar de ser malandra para ser cagueteira, 181 Disque-Denúncia”, escreveu.

Em outra postagem, em sua conta do Instagram, a candidata está nua de costas, onde aparecem nádegas e pernas. Na mensagem, ela pede respeito e aproveita para fazer outra propaganda do número.

“Posso até não concordar, mas respeito. Mais respeito, menos hipocrisia...! Exibicionista e daí?”, questionou no post.

Bruna Barbieri afirma ganhar bastante apoio das pessoas pelo seu modo de promover a campanha, mas, ao mesmo tempo, diz também receber críticas de todos os lados, até mesmo do partido, ao qual é filiada desde os 16 anos.

“Tem crítica no próprio PT, da sociedade e da família. Tem de tudo que é canto. No partido é fofoca em baixo dos panos, mas a direção do PT mesmo nunca chegou para me dizer nada, até porque minhas fotos não têm nada demais”, disparou a candidata.

Fã do ex-presidente Lula, Bruna esteve com ele e seu vice, Fernando Haddad, durante a caravana “Lula pelo Brasil”, que passou pelo Espírito Santo e seguiu para o Rio, em dezembro de 2017.

“Minha opinião é que as coisas do Lula foram julgadas muito rápido. O que ele fez pelo Brasil incomodou muita gente. Perseguem ele porque está na frente das pesquisas”, defendeu.

A petista é ainda amiga da candidata ao governo, Jackeline Rocha. “Conheço ela de militância há 14 anos”, disse.

A reportagem completa foi publicada na edição desse sábado (1º) do jornal A Tribuna.

Fonte: Kleber Amorim, Tribuna Online

Nenhum comentário: