quarta-feira, 4 de outubro de 2017

DESCUBRA SE ESTÁ SENDO TRAÍDO(A)

Estudo revela como descobrir se seu parceiro está traindo

Nada de passar horas fuçando as redes sociais do seu companheiro ou de contratar um detetive particular. Uma nova pesquisa pode ajudar você a descobrir se seu parceiro está traindo de uma maneira muito mais fácil e rápida: escutando a sua voz.
Publicado no periódico “Evolutionary Psychology”, o estudo mostrou que é possível determinar se um indivíduo já traiu um parceiro romântico exclusivo apenas ouvindo o som de sua voz.
“Evidências sugerem que qualidades físicas, comportamentais e características podem ser detectadas unicamente do som da voz de uma pessoa, independentemente da informação semântica transmitida no discurso”, explicaram as autoras da pesquisa Susan Hughes e Marissa Harrison.
Com base nesses dados, as cientistas fizeram um experimento com 152 estudantes, dos quais 64 eram homens e 88 eram mulheres, todos heterossexuais. Os participantes, que tinham entre 18 e 32 anos, tiveram que ouvir minuciosamente a gravações com vozes de outras pessoas e dizer se eles haviam traído ou não.
Os indivíduos das gravações estavam todos em relações monogâmicas e tiveram que contar de um a 10 enquanto os voluntários envolvidos tinham que adivinhar se suas vozes pareciam ser de alguém infiel. Metade das pessoas nas gravações admitiram ter relação íntima com alguém fora da relação, enquanto o resto afirmou nunca ter traído seus parceiros.
Após ouvir as vozes, os voluntários tinham que elencá-las de um a 10, sendo um uma voz de alguém que não traiu e 10 a voz de alguém infiel. Os resultados revelaram que os participantes enumeraram as vozes de forma condizente com quem tinha traído ou não.
“Embora não possamos apontar exatamente todos os aspectos sobre a voz que faz com que nosso sistema perceptivo faça essa avaliação, sabemos que o tom desempenha um papel nessa função”, admitiram as autoras.
Entretanto, elas especulam que existem sinais que podemos reconhecer, como as vozes extrovertidas –que têm maior tendência a trair– com algumas pausas e variação do tom frequentemente.

UOL

Nenhum comentário: