terça-feira, 6 de junho de 2017

CEARÁ-MIRIM: XV SEMANA DO MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICPAL DE CEARÁ-MIRIM
SECRETARIA MUNICIPAL DO GABINETE
DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Mais Conhecimento - Em parceria com o IFRN/Ceará-Mirim e 5ª DIRED a Prefeitura promove a XV Semana de Meio Ambiente

Serão quatro eventos realizados em um único momento.

O prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barreto abre nesta quarta-feira (07), às 8h, no auditório do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, Campus/Ceará-Mirim, a XV Semana de Meio Ambiente promovida pela Prefeitura por meio do setor de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Educação.
O evento acontece simultaneamente no período de 07 a 10 de junho, em parceria com a IV Semana do Meio Ambiente do IFRN/Ceará Mirim, o 9º Fórum Ecológico de Ceará-Mirim e a II Semana de Meio Ambiente da 5ª DIRED, que se uniram para criar um momento dedicado a temática, seguindo os pressupostos da complexidade da teoria de Edgar Morin.
A intenção é de construir um conjunto de ações que debatam as questões do Meio Ambiente em Ceará-Mirim a partir de agentes envolvidos nos estilos variados de pesquisas e de extensão, com a participação ativa da comunidade que terá acesso gratuito à programação, composta por palestras, oficinas e minicursos, além de apresentações culturais e musicais. 
Para os coordenadores Mestre Eriberto Moreira,
Especialista Margareth da Silva e Dr. Jorge Lima, uma das grandes atrações é a Conferencia Magna com Dr. Edgard de Assis Carvalho, grande pesquisador da teoria da complexidade, a qual direciona o enredo da semana.  A Semana é um convite para que a sociedade participe ativamente dos debates acerca do tema.
Dentre os convidados a Desembargadora, Dra. Maria Zeneide do TJ/RN, confirmou participação no evento, como representante da Comissão Permanente de Gestão Ambiental do TJ do Estado.

Assecom - PMCM

Um comentário:

Anônimo disse...

Olha falar em meio ambiente tem que ter projeto, dinheiro, e conciência, e que esta cidade sofre tanto com as agressões contra o meio ambiente todos os dias, lixo nas ruas, rio sendo poluído pelo SAEE, e ninguém faz nada diante destes crimes aqui em nossa cidade; agora um dia a natureza vai reagir contra este povo, aí vai morre gente, vai ter fome, sede, e tantas outras mazelas podem acontecer mosquito da dengue e outros. Acredito que não tem um centavo para ser gasto com o meio ambiente dentro de nosso orçamento desta cidade. É meu ponto de vista bom dia.