sábado, 8 de abril de 2017

FIQUE POR DENTRO


Muitos juristas afirmam que, se quisesse, o STF poderia acelerar o julgamento dos crápulas privilegiados, convocando outros juízes para compor uma força extra destinada a analisar especificamente esses casos. Ou seja, o STF não quer mesmo agilizar nada. Carmem Lúcia já avisou que vai se aposentar no começo de 2018, abrindo vaga para a nomeação de mais um ministro “da turma”. Aí é que vai andar mais devagar ainda.

Nenhum comentário: