domingo, 10 de janeiro de 2021

MARCADO NOVO ATO DE VÂNDALISMO NOS EUA

Após invadirem o Capitólio, grupos pró-Trump marcam novos atos para dia da posse de Biden

A prisão de mais de cem pessoas ligadas à invasão sede do Parlamento dos EUA na quarta-feira (6) não foi suficiente para convencer grupos apoiadores de Trump a aceitar a derrota eleitoral. Nas redes sociais, apoiadores do atual presidente marcam novos atos para 20 de janeiro, dia em que Joe Biden deve tomar posse no cargo.

“Nós voltaremos dia 20 e nada vai nos parar: nem a polícia, nem o Exército”, afirma um militante. “Nós liberaremos Washington e liberaremos o nosso país, sem piedade”, diz outro. “Não deixaremos os comunistas vencerem”, acrescenta mais um.

O ex-diretor-adjunto do FBI Frank Figliuzzi aponta que os grupos de extrema-direita parecem se sentir “invencíveis” depois de terem conseguido penetrar, sem maiores resistências das forças de ordem, em um dos lugares mais protegidos do país.

Apesar dos acontecimentos dos últimos dias, essa militância se recusa a admitir a vitória do candidato democrata nas eleições de novembro. Muitos ainda creem que Trump pode começar um segundo mandato em 20 de janeiro.

UOL

Nenhum comentário: