quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

FATO NORMAL EM PAÍS QUE SÓ PROTEGE BANDIDO

Quase 1.700 detentos ‘ganharam’ saidinha e não voltaram em SP

As famosas “saidinhas” de Natal e de Ano Novo nos presídios de São Paulo mostraram-se uma verdadeira fuga em massa formalizada nesse ano. O fato foi comprovado pela quantidade de detentos que não voltaram para as cadeias paulistas, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) da gestão de João Doria(PSDB), dos 31.538 detentos aptos para deixarem temporariamente da cadeia, no fim do ano passado, 1.693 não voltaram. Na mesma data de 2019, foram 1.487; logo, houve uma alta de 13,8% em 2020. O retorno dos detentos deveria ter ocorrido até a última terça-feira (05).

Nenhum comentário: