domingo, 13 de dezembro de 2020

INSISTÊNCIA: DORIA VAI VACINAR A POPULAÇÃO DE SÃO PAULO COM CORONAVAC MESMO QUE GOVERNO FEDERAL APROVE OUTRA VACINA

O será que existe por trás dessa teimosia?

O governador de São Paulo, João Doria, disse neste sábado (12.dez.2020) que começará a imunizar a população de seu Estado em janeiro, como havia prometido, mesmo se o governo federal também comprar a vacina para um plano de imunização nacional.

“É o que queremos desde o início de outubro, quando o ministro [Eduardo Pazuello] anunciou a compra e, menos de 24 horas depois, foi desautorizado pelo presidente Jair Bolsonaro. O que questionamos é por que começar a vacinação apenas em março, se temos capacidade para fazê-lo em janeiro?”

Doria se referiu ao episódio em que o presidente Jair Bolsonaro decidiu cancelar o acordo firmado pelo Ministério da Saúde para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, a vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

“Alerto que não compraremos vacina da China. Bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria sobre covid-19″. O presidente e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), são desafetos políticos.

Doria anunciou que a vacinação em São Paulo terá início no dia 25 de janeiro com a vacina Coronavac. O anúncio do governador de São Paulo foi criticado pelo governo federal.

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Presidência disse que a decisão do tucano desrespeita a autoridade da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e é uma atitude “inconstitucional e ilegal”.

terrabrasilnoticias

Nenhum comentário: