quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

BOLSONARO DECLARA SER CONTRA O ABORTO

Bolsonaro: ‘No que depender de mim, aborto jamais será aprovado’



O presidente Jair Bolsonaro lamentou nesta quarta-feira a aprovação da legalização do aborto na Argentina. Segundo o presidente, no que depender dele, “jamais será aprovado” no Brasil.

“Lamento profundamente pelas vidas das crianças argentinas, agora sujeitas a serem ceifadas no ventre de suas mães com anuência do Estado. No que depender de mim e do meu governo, o aborto jamais será aprovado em nosso solo. Lutaremos sempre para proteger a vida dos inocentes!”, escreveu o presidente em rede social.

Na madrugada desta quarta-feira, o Senado argentino aprovou o projeto de lei que permite que as mulheres que decidem interromper a gravidez podem fazê-lo de forma gratuita e segura no sistema de saúde. O abordo poderá ser feito até a 14ª semana de gestação. A lei é de autoria do presidente da Argentina, Alberto Fernandez, desafeto do presidente brasileiro Jair Bolsonaro

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também usou uma rede social para criticar a medida aprovada no país vizinho. Ele classificou a liberação de “barbárie”.

“O Brasil permanecerá na vanguarda do direito à vida e na defesa dos indefesos, não importa quantos países legalizem a barbárie do abordo indiscriminado, disfarçado de ‘saúde reprodutiva’ ou (de) ‘direitos sociais’ ou como quer que seja”, escreveu Araújo.

O Globo

Nenhum comentário: