domingo, 11 de outubro de 2020

STF: 'FUX ASSUMIU POSTURA DE CENSOR' - DIZ MARCO AURÉLIO

STF: Marco Aurélio diz que Fux “assumiu postura de censor”

Em entrevista à CNN Brasil, o ministro Marco Aurélio Mello criticou a decisão do ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu uma liminar que concedia liberdade ao traficante André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap.

– Ele [Fux] assumiu a postura de censor. Isso é perigosíssimo. Eu não sou superior a ele, mas também não sou inferior – disse Marco Aurélio.

Ele também foi questionado pela emissora sobre a possibilidade de fuga do traficante.

– Quem sabe seja o caso de suspender o meu contracheque? – disse ainda Mello.

Marco Aurélio afirmou ainda que seguirá estritamente a sua “ciência e consciência”.

– Se eu começar a distinguir onde a lei não distingue, a babel estará instalada e eu passarei a ser um justiceiro. Eu não tenho esse poder. Eu não admito na minha vida de juiz uma autofagia.

Na noite de sábado (10), Fux, atendeu a um pedido feito pela Procuradoria Geral da República (PGR) e suspendeu uma liminar que concedia liberdade ao traficante que controla o Primeiro Comando da Capital (PCC) em São Paulo. André do Rap foi colocado em liberdade, na manhã de sábado, após decisão do ministro Marco Aurélio Mello.

FORÇA-TAREFA

Por meio das redes sociais, o governador de São Paulo, João Doria, falou sobre a criação de uma força-tarefa da polícia para recapturar o traficante.

– Parabéns ao presidente do STF, ministro Luiz Fux, por cassar decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que libertou o chefe do PCC, o criminoso André do Rap. Determinei força tarefa da polícia de SP para colocar esse bandido novamente atrás das grades. Lugar de bandido é na cadeia – declarou Doria.

FUGA

Segundo o colunista do UOL, Josmar Jozino, embora tenha prometido ir para casa, no Guarujá, André do Rap pode ter fugido. Fontes do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e investigadores policiais teriam dito que o traficante foi de carro até Maringá, no Paraná, onde pegou um avião particular com destino ao Paraguai.

pleno.news

Nenhum comentário: