sábado, 17 de outubro de 2020

O 'DITADOR' DORIA RECEBE CRÍTICAS DOS MÉDICOS SOBRE OBRIGATORIEDADE DE VACINA

Médicos criticam declaração de Doria sobre obrigatoriedade de vacina em SP

Após o governador de São Paulo, João Doria, anunciar na sexta-feira (16) que a vacinação contra a Covid-19 será obrigatória no estado, várias pessoas usaram as redes sociais para protestar. Na mesma data, o grupo Médicos Pela Liberdade publicou vários tuítes contra as declarações de Doria.

“Nós, do Médicos Pela Liberdade, especialmente os que residem em São Paulo, declaramos resistência total à suposta obrigatoriedade de vacinação obrigatória contra o vírus chinês, ainda mais com uma vacina produzida a toque de caixa, sem nenhum estudo a médio e longo prazo”, declarou.

O post foi elogiado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, que se manifestou favoravelmente ao posicionamento dos Médicos Pela Liberdade.

O anúncio de Doria foi feito durante entrevista coletiva no Palácio Bandeirantes. Segundo ele, apenas pessoas com atestado médico estarão livres de receber o imunizante.

Atualmente, o governo paulista, através do Instituto Butantan, está trabalhando em parceria com o laboratório chinês Sinovac, que está desenvolvendo a CoronaVac.

pleno.news

Nenhum comentário: