quinta-feira, 29 de outubro de 2020

HOJE É O DIA NACIONAL DO LIVRO (29/10)

Hoje é Dia Nacional do Livro: Como é o novo leitor?

Hoje, 29 de outubro, é comemorado o Dia Nacional do Livro. A escolha da data é em homenagem ao dia da fundação da Biblioteca Nacional do Brasil, localizada no Rio de Janeiro, em 1810. O primeiro livro impresso no Brasil foi Marília de Dirceu, do autor Tomás Antonio Gonzaga.

A média de leitura do brasileiro é considerada baixa. Segundo pesquisa do Instituto Pró-Livro, o brasileiro tem uma média anual de 4,96 livro por habitante. Porém, apenas 2,43 desses livros foram lidos até o fim.

Desde março deste ano, com o distanciamento social causado pela pandemia do novo coronavírus, muitos encontraram entretenimento e escapismo nos livros. Teve quem adquiriu o hábito de ler como novidade e teve quem retomou a prática.

No entanto, se por um lado houve aumento no hábito de leitura na pandemia, por outro, as livrarias físicas foram afetadas, sobretudo, as que não realizavam vendas online. Dezenas de livrarias ao redor do país fecharam permanentemente suas portas. A Saraiva, por exemplo, chegou a fechar 14 unidades em junho, com prejuízo de R$ 17,3 milhões.

A LEITURA DIGITAL

O varejo online aumentou de forma expressiva e os e-books apresentaram um aumento de procura significativo.

– A procura pelos livros digitais acelerou em 10 anos durante a pandemia- disse Milena Pinho, gerente comercial da MK Books Brasil.

As editoras e livrarias reinventaram sua presença nas plataformas de comunicação. As feiras e eventos presenciais deram lugar a lives diárias em redes sociais, bate papos com autores, debates etc. Os leitores passaram a se sentir mais próximos.

Para Vítor Tavares, presidente da CBL (Câmara Brasileira do Livro), essas inovações propiciadas pela digitalização são o legado positivo da pandemia e que deve permanecer.

pleno.news

Nenhum comentário: