terça-feira, 6 de outubro de 2020

DELEGADA QUE PARTICIPOU DE FESTA COM ADRIANO E EDMUNDO VAI PROCESSAR HATERS POR FAKE NEWS

Adriana Belém vai processar haters por ofensas após festa com Adriano e Edmundo: 'Fake news é crime'

A delegada e candidata a vereadora Adriana Belém vai entrar com uma ação por calúnia eleitoral contra haters. Os ataques começaram depois que a ela participou de um churrasco, no último fim de semana de setembro, na casa de Adriano Imperador. Imagens do evento passaram a circular nas redes sociais, junto a mensagens que a chamam de dona de bordel e que sugerem o uso de drogas, como noticiou o colunista Lauro Jardim, o jornal "O Globo".

De acordo com a advogada Samara Ohanne, que representa Adriana Belém, o caso já foi denunciado à polícia, para que os autores dos ataques sejam identificados formalmente.

— Amigos da Adriana reuniram prints e fizemos registro de ocorrência para localizar as pessoas que estavam compartilhando as informações caluniosas. Vamos pedir a remoção do conteúdo e a punição dos responsáveis — explicou.

Ainda segundo a advogada, o caso configura crime de calúnia eleitoral — quando se acusa falsamente algum candidato de crime, visando fins de propaganda eleitoral negativa — e pode incorrer em pena de reclusão de dois a oito anos.

Ao EXTRA, a delegada e candidata Adriana Belém disse que não vai medir esforços para que os haters sejam devidamente punidos.

— Estou agindo dentro da lei e iremos cobrar para que o façam também. Propagação de fake News é crime e não hesitarei em promover quantas ações forem necessárias aos que insistirem em fazê-lo em relação a mim — garantiu Adriana Belém.

O churrasco na casa do Imperador também contou com a presença de Edmundo e Djalminha. O evento teve direito a aglomeração (não só entre eles, mas com diversos convidados), show de grupo de pagode e churrasco.

"Tudo junto e misturado. Almocinho em família. Obrigada, amores", escreveu a delegada Adriana Belém, a autora da foto e organizadora do evento, e a quem Imperador, por exemplo, chama de mãe.
Amizade de longa data

Um grupo de jogadores de futebol vem usando as redes sociais para apoiar a candidatura da delegada Adriana Belém, que tentará uma vaga de vereadora no Rio. Conhecida por ser amiga de Adriano Imperador, ex- jogador do Flamengo, ela foi titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), cargo que entregou em janeiro, quando seu braço-direito, o inspetor Jorge Luiz Camilo Alves, foi preso suspeito de atrapalhar investigações que envolviam a milícia que atua em Rio das Pedras e na Muzema, na Zona Oeste.

Além de Adriano, entre os jogadores que aderiam à candidatura da policial estão Edmundo, Carlos Alberto e o ex-atacante do Botafogo Biro Biro. Em publicações nos stories do Instagram, eles convidam seus seguidores a entrarem em um grupo de WhatsApp para divulgação de informações sobre a candidata.

A mensagem, que divulga o "Zap da delegada", estimula a inscrição em uma lista em que serão divulgados conteúdos "propositivos" e sem "fake news".

A policial não assumiu a titularidade de nenhuma delegacia depois de entregar seu posto à frente da 16ª DP, em janeiro.

Extra

Nenhum comentário: